Formação CAA e Autismo

150,00 120,00

Informações Gerais

Regime: Presencial
Duração: 12 Horas
Data: 9 e 10 de Novembro (sábado, domingo)
Horário:
9 de Novembro das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00
10 de Novembro das 9h às 13h
Local: Porto – Avenida Sidónio Pais 379, Ed. B Sala 11, 4100-468 Porto
Inscrições até: 30 Outubro 2019
Nº Vagas:  10 – 24

24 em stock

REF: SA09112019AG Categoria:

Descrição

A Comunicação Aumentativa e Alternativa (CAA) surgiu como uma disciplina académica e clínica, internacionalmente reconhecida, há mais de 40 anos, altura em que também começou a ser utilizada com crianças, jovens e adultos com PEA. O conhecimento relativamente às perturbações do espetro do autismo tem evoluído, assim como a utilização de CAA, nestes casos. De acordo com abordagens desenvolvimentais e relacionais, as características individuais, bem como o impacto do meio, nomeadamente dos parceiros comunicativos, exigem uma nova visão quanto à forma como a CAA deve ser implementada com crianças, jovens e adultos com PEA. Enquanto objetivo principal de promover uma maior participação do indivíduo com PEA, é fundamental ter em consideração os contextos naturais, as suas necessidades comunicativas, sociais e de regulação emocional.

Tratando-se de um campo multidisciplinar, a formação na área da CAA é particularmente importante para os terapeutas da fala, enquanto profissionais envolvidos na avaliação e intervenção de potenciais utilizadores de CAA. Como introduzir CAA em crianças, jovens e adultos com PEA? Quando introduzir? Como implementar?

Nesta formação teórico-prática pretende-se responder a estas questões, através da identificação das componentes a avaliar para a implementação de CAA em crianças, jovens e adultos com PEA, análise dos elementos envolvidos no processo de avaliação/implementação, identificação de estratégias a utilizar, e seleção de suportes visuais que contribuam para a promoção da comunicação/interação/regulação emocional de indivíduos com PEA.

Com esta formação pretende-se:
Dar a conhecer aos formandos os objetivos e dimensões da CAA nas PEA;
Apresentar abordagens para a implementação de CAA com base na relação, imersão linguística e visual;
Potenciar o conhecimento dos formandos quanto à seleção de estratégias e materiais para a implementação de CAA com indivíduos com PEA.

  1. CAA e PEA

Definição de CAA

Características comunicativas específicas das PEA

Particularidades da CAA nas PEA

 

  1. Abordagens de implementação de CAA nas PEA

Imersão visual e linguística

Core vocabular vs fringe vocabular

Interesses pessoais vs atividades pré-estabelecidas

 

  1. O Processo de avaliação/implementação de CAA nas PEA

Características individuais da criança, jovem ou adulto com PEA

Os contextos naturais

Tipo e objetivos dos suportes para a comunicação

 

  1. Dinâmica comunicativa

Estratégias para promoção de ciclos comunicativos

Papel dos parceiros comunicativos durante a interação com indivíduos com PEA, utilizadores de SAAC

 

  1. Construção de materiais para a promoção da comunicação social

Auto e hétero-regulação emocional

Funções comunicativas

Antecipação

Organização diária

Adaptação de materiais

Ana Catarina Silva Gaspar

Exerce funções de Terapeuta da Fala na Getting it – Pediatria e Desenvolvimento e no Psikontacto – Núcleo de Formação e Intervenção. Formadora nas áreas da Interação, Comunicação e Linguagem e das Perturbações do Espetro do Autismo. Oradora convidada, sobre temas relacionados com a Comunicação, Linguagem e Perturbações do Espetro do Autismo, em Pós-Graduações e Mestrados, na ESEC. Licenciada em Terapia da Fala, pela Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto e Mestre em Educação Especial – Ramo Intervenção Educativa Precoce, pela Universidade do Minho. Doutoranda em Estudos da Criança na Universidade do Minho. Ao longo do seu percurso profissional e académico tem-se especializado no trabalho com famílias com crianças e jovens com Perturbações do Espetro de Autismo e outras alterações do neurodesenvolvimento, intervenção do terapeuta da fala nos contextos naturais e interações entre pares com e sem Necessidades Educativas Especiais. Membro de painéis de peritos de projetos de investigação de mestrado e doutoramento e colaboradora num projeto de desenvolvimento de uma aplicação na ESEC.

 

Formadora Isabel VarelaIsabel Varela

Licenciada em Terapia da Fala e Pós-graduação em Intervenção Precoce.
Terapeuta da Fala no Centro de Estudos Apoio Criança e Família – CEACF /APPDA-Norte desde 2005;

Coordenadora do Centro de Estudos Apoio Criança e Família – CEACF /APPDA-Norte;
Terapeuta da Fala na Getting It – Pediatria e Desenvolvimento Lda;
Formação professional em Avaliação e Aplicação do programa “The Basic Course on the DIR®/ Floortime™ Model”; “Designing educational programming for children with Autism Spectrum Disorders using the SCERTS model”; Avaliação e Aplicação do programa ABLC (Affect Based Language Curriculum); Curso de formação profissional “Orientações Clínicas para o sucesso na Alimentação”; Formação “Integração Sensorial na Alimentação”, entre outras.

Autora de um capítulo “A eficácia da intervenção em Terapia da Fala em crianças com PEA” e formadora e docente de diversas palestras e acções de formação, no âmbito do diagnóstico, avaliação e intervenção nas Perturbações do Espectro do Autismo e Perturbações do Desenvolvimento e em Comunicação Aumentativa e Alternativa.

Terapeutas da Fala e estudantes finalista de Terapia da Fala.

Formação Certificada por:

Entidade Certificada DGERT