Formação Avaliação e intervenção na Afasia

120,00

*valor promocional para inscrições até dia 23 Agosto 2021

Informações Gerais

Regime: E-learning
Duração: 12 Horas
Datas e Horário:
11 de Setembro das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 – 8h
12 de Setembro das 9h00 às 13h00 – 4h
Inscrições até: 6 Setembro de 2021
Nº Vagas:  12 – 30
*A SeedGO reserva-se no direito de não realizar a formação caso não haja inscrições suficientes, procedendo-se à devolução do pagamento efetuado. Antes de comprar alojamento ou viagem, certifique-se connosco se a formação avança.

30 em stock

REF: SAU110921AIAAM Categoria:

Descrição

A capacidade de comunicação é um elemento fundamental da cognição humana. Através da comunicação expressamos necessidades, sentimentos e emoções, que fazem de nós um ser social e participativo. A linguagem consiste num sistema de símbolos, utilizados e partilhados por uma determinada comunidade linguística para comunicar e, que é dependente de uma rede complexa de estruturas cerebrais. Quando existe uma perturbação das competências de linguagem adquiridas subitamente por lesão neurológica, estamos perante um quadro de Afasia. A causa mais frequente de Afasia é a ocorrência de Acidente Vascular Cerebral (AVC). Dados recentes indicam que Portugal apresenta uma das taxas de incidência de AVC mais elevadas da União Europeia, sendo estimado que a Afasia afete 21% a 38% dos doentes. Ao afetar a capacidade de linguagem, a Afasia compromete a comunicação, participação e autonomia nas atividades diárias, papeis sociais e familiares, com consequências psicossociais importantes.
A intervenção do Terapeuta da Fala com as pessoas com afasia é determinante para a (re) aquisição dos mecanismos de linguagem e desenvolvimento de estratégias comunicativas, por forma a diminuir o impacto psicossocial desta doença crónica.

Este curso visa dotar os formandos de um conhecimento aprofundado sobre a abordagem cognitiva neuropsicológica na intervenção da Afasia, permitindo a construção de uma intervenção terapêutica assente nos seus princípios.

No final da formação, formandos deverão ser capazes de diagnosticar, avaliar e intervir nas perturbações de linguagem na afasia, seguindo a abordagem cognitiva neuropsicológica.

Objetivos específicos para a Avaliação Cognitiva Neuropsicológica da Linguagem na Afasia:

  • Indicar os bjetivos principais da avaliação da linguagem em quadros de Afasia,
  • Distinguir a abordagem tradicional da abordagem cognitiva neuropsicológica na avaliação da afasia;
  • Compreender os passos da implementação da abordagem “hypothesis testing” na avaliação da Afasia;
  • Relacionar o modelo de processamento da linguagem com a avaliação e diagnóstico da Afasia;

Objetivos específicos para Fundamentos de Intervenção na Afasia segundo a abordagem Cognitiva Neuropsicológica da linguagem:

  • Diferenciar abordagens focadas nas consequências e abordagens focadas nos défices
  • Relacionar o modelo de processamento da linguagem com os princípios e métodos de intervenção terapêutica na Afasia
  • Implementar os princípios da abordagem cognitiva neuropsicologica da linguagem na intervenção com casos clínicos
  • Avaliação Cognitiva Neuropsicológica da Linguagem na Afasia
    1. Princípios da avaliação de linguagem
      1. Objetivos
      2. Método tradicional de avaliação através de baterias de testes
      3. Abordagem baseada em teste de hipóteses
      4. Avaliação da linguagem segundo a abordagem cognitiva neuropsicológica
      5. O processo de avaliação baseado em teste de hipóteses
    2. Procedimentos para a avaliação e diagnóstico

     

    Fundamentos de Intervenção na Afasia segundo a abordagem Cognitiva Neuropsicológica

    1. Princípios e métodos de intervenção
      1. Princípios terapêuticos da abordagem centrada nas consequências e abordagem centrada nos défices
      2. Construção e partilha de atividades de intervenção baseadas na abordagem Cognitiva Neuropsicológica
      3. Discussão de casos clínicos

Formadora Ana MurteiraAna Murteira

Terapeuta da Fala. Doutorada em Ciências da Cognição pela Macquarie University (Sydney, Australia) em parceria com o programa doutoral IDEALAB (International Doctorate in Experimental Approaches to Language and the Brain). Mestre em Terapia da Fala, com especialização em Patologias da Linguagem pela Universidade Católica Portuguesa e pós-graduada em Intervenção Terapeutica Motora Oral e Facial e Intervenção Terapêutica nas Disfagias Orofaríngeas pelo centro EPAP. Licenciada em Terapia da Fala pela Escola Superior de Saúde do Alcoitão. 2017-2019: Docente/Tutora na Faculdade de Ciências Humanas da Macquarie University nos departamentos de Linguística na disciplina de “Acquired Language and Speech Disorders” (coordenação) e Ciências Cognitivas na disciplina de “Delusions of the Mind and Brain”; 2016-2019: Research Assistant no Cognitive Neuropsychology of Language Research Group (Department of Cognitive Science, Macquarie University); 2013-2015: Docente convidada no Curso de Licenciatura em Terapia da Fala da Escola Superior de Saúde do Algarve; 2008-presente: Terapeuta da Fala em contexto hospitalar e de medicina física de reabilitação, com foco na avaliação e intervenção clínica de patologias da linguagem, deglutição e fala de origem neurológica em adultos e crianças.

A formação tem como destinatários Terapeutas da Fala e finalistas do curso de licenciatura em Terapia da Fala.

Formação Certificada por:

Entidade Certificada DGERT

Também pode gostar…