Formação Estratégias de Intervenção Parental

Estratégias de Intervenção parental para terapeutas da fala – Porto

115,00

Informações Gerais

Regime: Presencial
Duração: 12 Horas
Data: 30 Junho e 01 Julho 2018
Horário:
30 de Junho: 09h00 às 18h00
01 de Julho: 09h00 às 13h00
Local: Porto
Inscrições até: 25 Junho 2018
Nº Vagas:  10 – 25

7 em stock (pode ser encomendado sem stock)

REF: SA009_18 Categorias: ,

Descrição

A linguagem é a chave do conhecimento, pelo que um desenvolvimento adequado das competências linguísticas e comunicacionais tem um impacto importante em todo o desenvolvimento da criança a nível académico, social e pessoal.

As crianças que desenvolvem estas competências de uma forma adequada estão mais aptas a ter relações interpessoais melhores e a desenvolver uma forte auto-estima. O desenvolvimento destas competências terá maior eficácia se for realizado de forma precoce e nos vários contextos da criança, como por exemplo em casa e na escola, onde as crianças passam o seu maior tempo. Desta forma, faz todo o sentido que os cuidadores que lidam diariamente com a criança sejam instruídos no sentido de aplicarem estratégias que permitam um desenvolvimento adequado das competências comunicativas da mesma.

A intervenção do terapeuta da fala deve incluir uma intervenção direta com a criança e uma intervenção indireta que passa por orientar os cuidadores a realizarem atividades e tarefas durante o contexto do dia-a-dia, que cumpram os objetivos da terapia da fala. Assim faz todo o sentido instruir os terapeutas da fala com conhecimentos atualizados e adequados para incluir de uma forma mais eficaz os cuidadores na intervenção terapêutica.

No final da formação, os participantes deverão ser capazes de:

  • Refletir acerca da importância da intervenção precoce;
  • Desenvolver conhecimentos básicos acerca do programa It Takes two to talk (Hanen Centre);
  • Refletir acerca da importância da intervenção parental;
  • Analisar a comunicação das crianças: Como e porquê?;
  • Identificar os estádios de comunicação das crianças;
  • Identificar os estilos de comunicação parental e a sua influência na comunicação das crianças;
  • Refletir acerca da importância de deixar a criança liderar;
  • Analisar a importância da troca de turnos para a comunicação;
  • Fornecer conhecimentos e estratégias que permitam ao Terapeuta da Fala potenciar de forma positiva a intervenção parental nas áreas da comunicação e linguagem.

1º Módulo (3 horas)

– Dinâmicas de quebra-gelo
– Intervenção Precoce com dinâmica de grupo
– Conceitos básicos sobre o programa It Takes two to talk
– Conceitos acerca da Intervenção parental

2º Módulo (7horas)
– Avaliação da comunicação
– Estadios de comunicação
– Estilos de comunicação parental
– Intervenção parental para desenvolvimento da comunicação e linguagem
– Apresentação de vídeos
– Realização de role playing

Monica RochaMónica Rocha

  • Terapeuta da Fala no Centro de Medicina de Reabilitação do Sul.
  • Especialização em Perturbações da Fluência certificada pelo European Clinical Specialization Fluency Disorders
  • Doutoranda em Ciências da Cognição e da Linguagem
  • Mestre em Neurociências Cognitivas e Neuropsicologia
  • Responsável pelo projeto no Laboratório de Audiologia e Terapia da Fala na UALG : “Gaguez na universidade”
  • Responsável pelo projeto no ACES de Portimão: “A minha fala é um puzzle” – intervenção em grupo (crianças com gaguez)
  • Membro do departamento de fluência da Sociedade Portuguesa de Terapia da Fala
  • Membro da Associação Portuguesa de Gagos
  • Membro da Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala

Terapeutas da Fala
Estudantes de terapia da fala 3º e 4º ano